Tipos de Cerveja

As cervejas são classificadas de acordo com seu teor de álcool e extrato, pelo malte ou de acordo com o tipo de fermentação.

As de alta fermentação são aquelas cujas leveduras ficam em suspensão na cerveja fermentada ao final do processo (que ocorre em temperatura de 15°C a 24°C), gerando um produto com maior intensidade aromática. São também conhecidas como Ale.

Mas a maior parte das cervejas que se consomem é de baixa fermentação (quando a bebida é exposta a temperaturas entre 8°C e 15°C, e o levedo fica depositado no fundo do tanque ao final do processo). São conhecidas como Lager, sendo os tipos mais conhecidos: Pilsener, Munich, Vienna, Dortmund, Einbeck, Bock e Export.

Classificação Básica

Pela legislação brasileira, além das denominações tradicionais, a cerveja pode ser também do tipo Export e Large (características semelhantes a Pilsen). 

As cervejas são classificadas em 5 itens:

Tipos de cerveja

As cervejas são classificadas de acordo com seu teor de álcool e extrato, pelo malte ou de acordo com o tipo de fermentação. Estima-se que existam atualmente mais de 20 mil tipos de cervejas no mundo. Pequenas mudanças no processo de fabricação, como diferentes tempos e temperaturas de cozimento, fermentação e maturação, e o uso de outros ingredientes, além dos quatro básicos – água, lúpulo, cevada e malte – são responsáveis por uma variedade muito grande de tipos de cerveja.   

As de alta fermentação, com processo mais elaborado, são colocadas em temperatura de 20ºC a 25ºC, gerando um produto de cor avermelhada e de sabor forte, ligeiramente ácido. O teor alcoólico varia entre 4% e 8%. As mais consumidas, contudo, são as cervejas de baixa fermentação, expostas a temperaturas entre 9ºC e 14ºC e conhecidas como Lager.

Origem
Inglaterra

Coloração
Clara e avermelhada

Teor alcoólico
Médio ou alto

Fermentação
Alta

Ale
Ale é um tipo de cerveja produzida a partir de cevada maltada usando uma levedura que trabalha melhor em temperaturas mais elevadas. Tal levedura, conhecida como levedura de alta fermentação, fermenta a cerveja rapidamente, proporcionando um sabor frutado devido a maior produção de ésteres. As características de sabores e aromas frutados, vindos de tais ésteres, podem ser dominantes ou dificilmente percebidas. As histórias da cerveja e da cerveja "ale" se confundem até ao século XV, visto que o termo "ale", de origem celta, era utilizado na Inglaterra até a introdução na nova bebida, agora chamada de cerveja, que continha adições de lúpulo em sua composição.

Origem
Alemanha

Coloração
Escura

Teor alcoólico
Alto

Fermentação
Baixa

Malzbier
Malzbier é um tipo de cerveja, criada por Ferdinand Glaab, doce e com baixo teor alcoólico (geralmente entre 0 - 4%), de cor escura, que é fermentada como uma cerveja normal, porém com a fermentação de levedo por volta do 0 °C. O CO₂ e o açúcar é adicionado depois. A Malzbier é geralmente usada como uma bebida energética.

Origem
Alemanha

Coloração
Clara 

Teor alcoólico
Médio 

Fermentação
Alta

Munich Dunkel
Munich Dunkel ou Dunkel é um estilo de cerveja tradicional de Munique, Alemanha. De cor cobre profundo a marrom escuro, frequentemente com um tom vermelho ou granada. Mesmo que tenha sido originado em Munique, este estilo ficou muito popular em toda Baviera (especialmente na Francônia). Estilo clássico de lager castanha de Munique que se desenvolveu como uma cerveja escura e com mais ênfase no malte, em parte por causa da água com quantidades moderadas de carbonatos.

Origem
Alemanha

Coloração
Clara 

Teor alcoólico
Médio 

Fermentação
Alta

Weizenbier
Também chamado de Hefeweizen, Weissbier ou Hefeweissbier (em português, cerveja de trigo), é um tipo de cerveja feita de malte de trigo, malte de cevada, lúpulo e levedura. Normalmente a Weizenbier tem uma graduação alcoólica entre 5% e 6%. A bebida é principalmente consumida no sul da Alemanha nos estados da Baviera e Baden-Württemberg, porém também é bastante popular em outras regiões do país, bem como em vários outros países, como na Áustria, na Bélgica e nos Estados Unidos.

Origem
Inglaterra

Coloração
Escura

Teor alcoólico
Alto

Fermentação
Alta ou baixa

Porter
Nascida no século XVII, na Inglaterra, a cerveja do tipo Porter é escura, com um leve sabor amargo e elevado teor de malte torrado. O estilo Porter, hoje, é considerado um dos mais populares do mundo. Sua origem vem da mistura de outros três tipos de cerveja: Old Ale, Pale Ale e Mild Ale.

Origem
Alemanha

Coloração
Clara

Teor alcoólico
Médio

Fermentação
Baixa

Dortmunder
Cervejas do estilo Dortmunder Export costumam ter corpo médio, cor amarela/dourada, aroma marcante de malte (que pode ser adocicado) e lúpulo em segundo plano. O estilo Dortmunder foi desenvolvido na região industrial de Dortmund em 1870, em resposta às cervejas Pilsener claras, e se tornou muito popular após a Segunda Guerra Mundial.

Origem
Canadá

Coloração
Clara

Teor alcoólico
Alto

Fermentação
-

Ice
A cerveja ice nasceu em 1993 no Canadá. É fabricada por meio do "ice process". Depois de fermentada, sofre um resfriamento à temperaturas abaixo de zero, quando a água se transforma em finos cristais de gelo. No estágio seguinte, esses cristais são retirados e o que permanece é uma cerveja mais forte e refrescante.

Origem
Reino Unido

Coloração
Escura

Teor alcoólico
Alto

Fermentação
Geralmente, baixa

Stout
Originária da Irlanda, a stout é feita com cevada torrada e possui um sabor que associa o amargo do lúpulo ao adocicado do malte. É elaborada com maltes especiais – escuros – e extrato primitivo de 15%. A fermentação é geralmente alta. Sua cor é escura e seu teor de álcool e extrato são altos.

Origem
Alemanha

Coloração
Escura

Teor alcoólico
Alto

Fermentação
Baixa

Bock
A cerveja tipo bock é outra lager de aceitação mundial por ter um sabor mais forte e encorpado, geralmente de cor escura. É originária da cidade de Einbeck, na Alemanha. Tem baixa fermentação e alto teor alcoólico.

Origem
República Checa

Coloração
Clara

Teor alcoólico
Médio

Fermentação
Baixa

Pilsener
A cerveja do tipo Pilsener nasceu em Pils, na Tchecoslováquia, em 1842, e é a mais conhecida e consumida no mundo. De sabor delicado, leve, clara e de baixo teor alcoólico (entre 3% e 5%), é também a preferida dos brasileiros. No Brasil, o consumo da pilsen – a que mais se adequa ao nosso clima - chega a 98% do total ingerido, ficando o restante para as do tipo bock, light, malzbier e stout.